EU NÃO ARDO NAS SOMBRAS, CONSTRUO ALVORADAS!...

segunda-feira, 5 de abril de 2021

É AQUI !...


                                                           É aqui, no poema,
                                                           onde sinto o sabor da flor do vento,
                                                           a flexibilidade da brisa,
                                                           a leveza do ser.
                                                           É aqui, que me sinto seguro e livre
                                                           na densidade indesvendável,
                                                           entre o silêncio e as nuvens.
                                                           Aqui, tudo o que eu disser
                                                           é a verdade em riste,
                                                           o suspiro dos meus próprios lábios,
                                                           o livre martelar da língua
                                                           sobre o fruto amadurecido,
                                                           a obscura sede.
                                                           É aqui, a delícia nua,
                                                           o veludo incandescente da sombra,
                                                           a ousadia de um beijo
                                                           que sabe a uma sede feliz!



albino santos
*Reservados Todos os Direitos de Autor


68 comentários:

  1. Gostei!
    Sem arroubos inverosímeis, este é um poema que me satisfaz plenamente.
    Como todas as verdades, uma verdade poética, 'em riste', necessita possuir um mínimo de credibilidade. Como este, lá está.

    Boa semana, Poeta.

    ResponderEliminar
  2. Entre el silencio y las nubes están los mejores poemas, como éste que has escrito.

    Besosss!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Moony,
      Me encanta que gostes.
      Grato pelas tuas palavras e tua presença.

      Besosss!

      Eliminar
  3. Es aquí,seguro,Albino..en la poesía donde encontramos el universo de la palabra, el sentido del amor,del dolor de la vida!
    Enorme y precioso poema!
    Un beso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM... É aqui onde habita a poesia e o sonho!
      Grato pelas tuas palavras tão carinhosas querida amiga.

      Un beso!

      Eliminar
  4. Los versos nos dan seguridad
    todo lo que decimos en ellos
    no puede causar daño
    al contrario
    A veces son verdaderas declaraciones de amor
    que no expresamos en la vida real
    En el poema nos atrevemos a todo
    a mostrar el alma desnuda
    y nuestros pensamientos concretos
    y fantasiosos
    Letras bellisimas que te muestran a ti
    Albino
    un poeta sensual con mayúsculas
    Admirándote siempre.
    Besos
    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ELI,
      O poema precisa de tranquilidade
      e silêncio para se fazer ouvir,
      como a música!
      Assim, a livre expressão
      do poeta se expande e transforma
      em sentimentos e emoções...
      As tuas palavras, o teu carinho
      e a tua querida presença,
      são muito inspiradoras
      e sempre estimulantes.
      A minha gratidão e o meu carinho!
      Besos
      Besos
      Besos

      Eliminar
  5. Excelente poema!
    A força vibrante das palavras numa apurada arte poética.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! As palavras têm muita força Ana!
      Grato pela tua presença. Será sempre um prazer receber-te.
      Beijo!

      Eliminar
  6. Aquí en este bello poema sienten tus palabras entre la luz y la oscuridad.

    Feliz noche A.S. Un abrazo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM!...Entre a luz e a escuridão, entre o silêncio e as nuvens,
      onde o poema se liberta e se expande!
      Grato pelas tuas palavras Carmen e pela tua presença.
      É sempre um prazer quando te encontro!

      Un abrazo!

      Eliminar
  7. Olá A.S.
    Que belo poema.
    Boa noite e feliz semana.
    Beijos

    "Existe um poema aqui
    O sussurro das palavras
    Como lençóis de amor e chuva
    Brilhando no azul
    Nas salas e quartos sem janelas
    Se medo do desejo
    De um sonhador..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lucia!
      Também belo é o poema que me deixas!
      A minha gratidão e o meu carinho.

      Beijos!

      Eliminar
  8. En el poema eres rey y te sientes feliz. La poesía es siempre un refugio maravilloso y tu poesía en particular es un paraíso de belleza, amor y sensualidad.

    Preciosos versos para recordar y soñar.

    Felicidades
    Un beso enorme

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ANA,
      A Poesia nos leva para uma outra dimensão,
      onde habita a beleza, o amor, a sensualidade.
      Aí o poema se expande e se liberta para outros horizontes...
      Me alegra que gostes!
      É sempre um doce prazer quando te encontro!

      Felicidades
      Un beso enorme

      Eliminar
  9. É meu amigo, num poema as máscaras caem e num surto de inspiração, voam palavras, dançam as rimas que navegam no coração. Ser poeta é sonhar acordado, viajar sem sair do lugar, criar a imagem do ser amado, que tanto vivemos a esperar...
    Lindo poema, amigo! Amei! Palavras que saltam de um coração que grita, cheio de emoção!
    Boa semana! Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito belas e inspiradoras as tuas palavras Lúcia. E tão verdadeiras!
      As mensagens que me deixas exprimem sempre grande sensibilidade.
      Grato pelo teu carinho e pela tua presença.
      Me alegra que tenhas gostado.
      Boa semana. Beijos!

      Eliminar
  10. Sim, é no poema que nos encontramos, na sutileza ou nas entrelinhas dos versos, quando nele nos adentramos profundamente. Dá-se a impressão que primeiro foram ouvidos de alguma região misteriosa onde nasce a poesia, para depois emanarem de nós para a escrita. Tão bom de ler e de sentir. Bravos, poeta querido. Beijos docinhos pra ti...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM! O poema concentra todas as emoções, sorve-as, para depois se libertar e expandir sob as mais diversas formas, tocando cada um de nós com o seu poder mágico e transformador!
      Grato pelas tuas palavras Maria Lúcia e pela tua presença sempre tão carinhosa.
      Beijosss

      Eliminar
  11. Sensual poema. Tan romántico. Te mando un beso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelas tuas carinhosas palavras Alexander.
      Sempre um prazer receber-te!
      Te mando un beso!

      Eliminar
  12. Muy hermoso tu poema, estimado Albino, siempre con algo de sensualidad. Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. INGRID,
      Muito grato poeta, pelas tuas palavras e pela tua presença.
      Elas, são um incentivo e um grande estímulo.
      Me encanta que gostes!
      Un abrazo!

      Eliminar
  13. Es aquí donde sientes ese equilibrio entre naturaleza y poeta.... donde te vienen las ideas y tú te explayas con tú pluma para dejarnos estos versos.

    Mil cariños y feliz semana Sabino

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM! É aqui Ani...entre o silêncio e as nuvens, que acontece a alquimia de emoções e sentimentos que modelam o poema!
      Depois...ele se liberta e se expande para ser acolhido entre miradas, sensações e cariños...

      Besos, cariños y feliz semana, Ani!

      Eliminar
  14. Hola hola A.S.
    Cúmulo de emociones, lo sensorial al tope, palabras con una fuerza poética exquisita...
    Entre nubes y silencio, los mejores versos se escapan del poeta hacia el universo y pasan a tener diversos sentidos según cada lector o lectora.
    ¡Precioso Albino! Todo el poema y, para mi particularmente,
    "É aqui, a delícia nua,
    o veludo incandescente da sombra,
    a ousadia de um beijo..."

    Abrazo va, cruzando los mares, hacia tu Portugal soñado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola LU,
      É sempre um prazer quando me visitas.
      Gracias por tuas belas e inspiradoras palavras.
      Sim. O poema transforma as palavras em sensações que nos envolvem numa volúpia deliciosa.
      Com amizade, te deixo o meu carinho e o meu beijo!

      Eliminar
  15. "Aqui, tudo o que eu disser
    é a verdade em riste,
    o suspiro dos meus próprios lábios,
    o livre martelar da língua
    sobre o fruto amadurecido,
    a obscura sede."
    Magnífico, magnífico!! E mais não digo porque não encontro as palavras.
    Beijo, boa semana.
    (Albino, a imagem poderosa merece todo o espaço que lhe deste.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa,
      Fico feliz por gostares.
      Grato pelas tuas gentis palavras e pela tua presença.
      Beijo, boa semana!

      Eliminar
  16. Albino, las letras son tu dominio y te obedecen sumisas. Son el campo fértil en el que te gusta jugar y se nota.
    Un saludo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracias Ángel, pelas tuas generosas palavras
      e pela tua presença.
      Un saludo!

      Eliminar
  17. Que bonito o teu poema!
    Parabéns! Fala do vento,
    De amor por sacramento,
    Dos amantes, na extrema
    Ternura, cujo dilema
    É ser amante ou amado,
    Porque todo amante é dado
    A ter sempre uma incerteza.
    Porém quem duvida é a presa,
    Mas nem sabe, por tarado!

    Parabéns! Abraço cordial! Laerte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grato pelas suas palavras em forma de poema e também pela sua presença.
      Será sempre um prazer a sua visita.

      Abraço cordial, Laerte

      Eliminar
  18. Albino!
    Aqui nesse livre martelar de línguas,não há tropeços nas palavras.
    Uma viagem poética por terrenos desconhecidos e facilmente percebidos.
    Xeru

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vall!
      Grata por me acompanhares com as tuas palavras nesta viagem poética.
      É sempre um prazer receber-te!
      Xeru

      Eliminar
  19. Respostas
    1. SIM! Pasión! O poema nos leva para uma outra dimensão,
      onde tudo é pasión, deseo, emocion!

      Gracia por tuas palavras Galilea e tua presença.
      É sempre um prazer quando te encontro!
      Besos!

      Eliminar
  20. Aquí en tus letras se respira un amor que transpira ternura. Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Rosana!
      Grato pelas tuas carinhosas palavras.
      Me alegra que gostes. Será sempre um prazer receber-te em minhas letras!
      Besos!

      Eliminar
  21. Que sensibilidade sua, definitivamente as batidas do seu coração apaixonado foram perfeitamente desenhadas neste belo poema!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Yessy!
      Me encanta que gostes.
      Grato pelas tuas carinhosas palavras.
      É sempre um prazer receber-te.
      Abraço!

      Eliminar
  22. Ola, ya estou aqui! como vai voce querido amigo,
    boa noite, amanha ou tarde em seu querido país!
    jajaja(nao sei que horas sao no Oporto).
    O impossível nao existe em sua poesia. Suave e feliz
    como a primavera misma.
    Desejo a usted, cavaleiro das letras,
    um tempo maravilhoso cheio de perfume de amor,
    espadas, corceles e rosas 💓✨❤️✨💓

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! São agora, aqui, 14,45h. Estou bem querida amiga. Espero que tu também!
      É sempre um prazer quando te encontro Princesa linda!
      As tuas palavras, são muito inspiradoras. E tens razão, ma poesia o impossível não existe! Ela nos leva para uma outra dimensão, onde o impossível acontece!
      Te desejo querida Hada, as mais ousadas magias, o perfume do amor e rosas...muitas rosas no teu jardim encantado!💓✨❤️✨💓

      Eliminar
  23. Respostas
    1. Hola Sandra!
      Me encanta que gostes.
      Grato pela tua visita. É sempre um prazer receber-te!
      Saludos!

      Eliminar
  24. Seus poemas, meu amigo, nos faz sonhar... São lindos e trazem um contexto que buscamos no mundo e é difícil encontrar; a paixão, o amor e o desejo... Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lúcia,
      Fico feliz por gostares. Nós sabemos que a Poesia alimenta o sonho, transforma-o em doces sensações que nos tocam a alma e a pele. Nos permite momentos de evasão e prazer. Por isso sonhemos, querida amiga...

      Beijos!

      Eliminar
  25. Solo el poeta es capaz de descubrir el sabor de la flor del viento y tener la audacia de robar un beso.
    ¡Magnífico poema!
    Saludos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Maripaz!
      Me encanta que tenhas gostado. Grato por tuas bonitas palavras.
      O Poeta navega nas palavras
      Naufraga em silêncios…
      E se o poema se acende de desejos
      O Poeta morde os seus próprios beijos!

      Saludos!

      Eliminar
  26. Te has buscado un aliado magnifico, por eso te hayas en el.
    Y por cierto el poema es precioso!!

    Un abrazo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também preciosas são as tuas palavras Ceci!
      Grato pela tua carinhosa presença. É sempre um prazer receber-te.

      Un abrazo :)

      Eliminar
  27. Precioso poema, Albino.
    La poesía nos eleva.
    En cada verso has dejado una entrega.

    Abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Verónica!
      SIM! A poesia nos eleva, nos leva para uma outra dimensão
      onde tudo é mais intenso e maravilhoso.
      Todas as palavras do poema se entregam nos braços de quem as lê!

      Abrazo!

      Eliminar
  28. Sigua así sintiéndote seguro y libre y deleitándonos con tus versos. Gracias Albino.
    Buen fin de semana.Cuídate.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. SIM, Laura! Como um poema sem rima que se libertou
      em voos caprichosos!

      Buen fin de semana.Cuídate.
      Un abrazo.

      Eliminar
  29. Siempre pensé que te seguía. Ahora sí.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah! Será sempre um prazer receber-te, Laura!
      Também te sigo!

      Un abrazo!

      Eliminar
  30. Bellísimos y sensuales versos!
    Un gusto visitarte.
    Cariños.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Adriana!
      Me encanta que gostes. Será sempre um prazer receber-te!
      Grato pelas tuas palavras.
      Cariños.

      Eliminar
  31. A vida que doce poesia meu querido poeta.
    É um prazer ler você.

    Um abraço enorme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Me encanta que gostes, Rita.
      Grato pelas tuas palavras e teu carinho.
      É sempre um prazer quando te encontro!

      Um abraço enorme!

      Eliminar